quinta-feira, 31 de março de 2011

Wally, nós não te esquecemos!




Hoje é dia de saudades. Neste mês, no fatídico dia 30 deste, Valiomar completará seu segundo ano de despedida. Recebi a notícia, (não pode ser verdade!, foi a minha reação) quando estava em shopping em São Luís com um pessoal de Fortaleza, foi chocante. Não acreditava. Dez amigos e parentes daqui do Maranhão decidiram ir à Cajazeiras para dar o adeus pessoalmente. Ninguém foi. Éramos onze pessoas, compramos passagem para Fortaleza de onde fretaríamos uma Van para Cajazeiras. Ninguém foi. Nesta noite irrompeu uma greve inusitada dos controladores de vôos e nenhum avião no país decolou. De carro não era viável, como viajar a noite toda (15 horas de viagem) depois de um dia de atividades? Fomos somente à missa de sétimo dia.
João Paulo, sobrinho do Valiomar, postou uma mensagem dia 28 de março de 2007 no Orkut, dois antes do triste dia,
Dois antes do triste dia, Valiomar recebeu uma mensagem em seu Orkut do seu sobrinho João Paulo que foi uma verdadeira predestinação:
“Se as tempestades chegarem
e as forças lhe faltarem,
você poderá vencer todo mal
segurando na mão...

_.-/`)
// / / )
.= // / / / )
//` / / / /  /
//  /     `/
||         /
\\       /
))     .'
//    /
/ DE DEUS

Se o seu castelo de sonhos desabar
e a impossibilidade chegar,
há ainda uma saída para você
segurando na mão ... 
       _.-/`)
// / / )
.= // / / / )
//` / / / /  /
//  /     `/
||         /
\\       /
))     .'
//    /
/ DE DEUS

Se você sentir falta de paz e amor
e não suportar mais o vazio e a dor,
você poderá ter uma vida feliz
segurando na mão ... 
       _.-/`)
// / / )
.= // / / / )
//` / / / /  /
//  /     `/
||         /
\\       /
))     .'
//    /
      / DE DEUS
Você não se tornará infalível,
mas pela fé tudo será possível
e os seus sonhos se realizarão
segurando na mão de DEUS...”

Wally, nós não te esquecemos!

Bar das Oiticicas

Esta é a fachado do bar.

Pode um letreiro deste?
É uma agressão aos fregueses e aos cidadãos cajazeirenses.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Governador decreta luto de três dias pelo falecimento de José Alencar



O Diário Oficial do Estado traz na edição desta quarta-feira (29.03), decreto assinado pelo governador Ricardo Coutinho, estabelecendo luto oficial de três dias no Estado da Paraíba  em sinal de pesar pelo falecimento do ex-vice-presidente da República, José Alencar Pereira da Silva. De acordo com o decreto, a partir desta quarta, os pavilhões nacional e estadual devem ser hasteados à meia-verga, em todos os estabelecimentos públicos estaduais.
No decreto,  o governador Ricardo Coutinho disse que o luto se dá pela trajetória destacada e a dedicação indiscutível do empresário José Alencar, fomentando emprego e renda, através dos seus equipamentos industriais no país e na Paraíba.  
De acordo com o governador, o espírito público do político José Alencar, como senador e vice-Presidente da República, contribuiu para o fortalecimento das políticas públicas de construção de tempos mais prósperos.  “As ações desenvolvidas pelo cidadão José Alencar, em todas as atividades o fez  ultrapassar barreiras e construir soluções sustentáveis e sociais”, descreve o decreto assinado pelo governador Ricardo Coutinho.
O ex-vice-presidente da República, José Alencar, 79 anos, morreu às 14h41 desta terça (29), no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em razão de câncer e falência múltipla de órgãos. José Alencar lutou durante 13 anos contra um câncer num exemplo de fé, luta e superação que engrandece os brasileiros.

CAJAZEIRAS REALIZARÁ SEU I EVENTO DE MUONTAINBIKE NO DIA 20 DE AGOSTO NA SERRA DO VITAL


PERCURSO: CAJAZEIRAS/BALNEARIO DA BARRA/SERRA DO VITAL

 E O LOCAL ESCOLHIDO PARA O EVENTO É ESTE 
UMA BELEZA, NÃO? 
VISÃO NOTURNA PREVILEGIADA PODENDO-SE OBSERVAR MAIS DE 15 CIDADES NO PERIODO DA NOITE

Não tenha pressa de ir embora.” É assim que você é recebido nas Alturas, restaurante de comida regional localizado na Serra do Vital, bem na divisa dos municípios de Cajazeiras e São José de Piranhas. O dono do local é o agricultor João Simão, filho de Janoca da Terra Molhada, e que já foi presidente da União Municipal das Associações Comunitárias de Cajazeiras (UMACC). Lá na Serra do Vital, ele mora com a família e toca o restaurante que é um sucesso em toda a região, ao lado da mulher, filha, sobrinhas, primos. Produz tudo no local, à exceção do peixe, que vem de Boqueirão de Piranhas, e da bebida, é claro.
No cardápio, o melhor da comida regional: galinha caipira com pirão, rubacão, macaxeira, jerimum, cuscuz, bola coberta, peixe frito ou cozido, pirão de peixe, carne de sol, carne de porco, mungunzá, fava, espetinhos de petisco... Comida farta e com preço justo.

O espaço é um convite ao prazer e ao relaxamento. À sombra de um frondoso fícus, o visitante esquece o tempo e se deleita com o melhor da culinária sertaneja. A 750 metros de altitude, contempla as belíssimas paisagens do entorno sob a sombra de cajazeiras, cajueiros e mangueiras, além de árvores nativas. Cerca de quinze cidades são avistadas, além do majestoso Açude de Boqueirão de Piranhas.
Outros atrativos já estão sendo implantados por João Simão na Serra do Vital. Vários chalés serão construídos nas cercanias, com capacidade para acomodar até 8 pessoas cada um. O primeiro já está em pleno funcionamento. Trilhas para caminhadas também fazem parte dos planos de João Simão, que quer mostrar suas colméias aos interessados, já que também é apicultor. Ele também comercializa cajus e cria gado. É o turismo rural e ecológico tornando-se realidade no Sertão de Cajazeiras. O toque de modernidade fica por conta do abastecimento com água de qualidade e da energia elétrica. Em breve o ambiente será wi-fi, com acesso de internet aos visitantes.
 Nos meses de junho a agosto, a Serra do Vital registra temperaturas mínimas de 13º C na madrugada. Durante o dia, uma brisa agradabilíssima quase deixa você esquecer que está em pleno sertão nordestino. Mas Cajazeiras bela e quente está o tempo todo à sua frente lembrando disso.
O restaurante Nas Alturas funciona aos sábados e domingos, onde tem a sua maior freqüência. O acesso dá-se pela PB-400 até a altura do Km 19, onde pega-se uma estrada de terra com trechos de calçamento nas subidas mais íngremes.

Telefones para contato: (83) 9134-5617 e 9308-0688.

Em algum tempo passado: Iguaçu


terça-feira, 29 de março de 2011

Nossa SOLIDARIEDADE ao Biguinho!, filho do nosso querido Big Boy!

O Biguinho, filho do Big Boy.

Absurdo! a AC2B se solidariza (e parabeniza) a atitude da ACI.

O Big Boy esteve em Brasilia (2010) na posse da primeira diretoria da AC2B.

Nota de Repúdio; ACI se solidarizada com Everton Pereira

 

Nota de Repúdio; ACI se solidarizada com Everton PereiraAssociação Cajazeirense de Imprensa (ACI) vem de público repudiar o ato de covardia perpetrado pelo senhor conhecido como “Mendim do Mercadinho Padre Cícero” com endereço à Praça 13 de Maio em Cajazeiras/PB, quando na madrugada do último sábado (26), na “Arte Choperia” localizada ao lado do Teatro Irácles Pires, o referido senhor “Mendim” desferiu Leia mais...


sábado, 26 de março de 2011

CAJAZEIRAS REALIZARÁ SEU I EVENTO DE MUONTAINBIKE NO DIA 20 DE AGOSTO NA SERRA DO VITAL


PERCURSO: CAJAZEIRAS/BALNEARIO DA BARRA/SERRA DO VITAL

 E O LOCAL ESCOLHIDO PARA O EVENTO É ESTE 
UMA BELEZA, NÃO? 
VISÃO NOTURNA PREVILEGIADA PODENDO-SE OBSERVAR MAIS DE 15 CIDADES NO PERIODO DA NOITE

Não tenha pressa de ir embora.” É assim que você é recebido nas Alturas, restaurante de comida regional localizado na Serra do Vital, bem na divisa dos municípios de Cajazeiras e São José de Piranhas. O dono do local é o agricultor João Simão, filho de Janoca da Terra Molhada, e que já foi presidente da União Municipal das Associações Comunitárias de Cajazeiras (UMACC). Lá na Serra do Vital, ele mora com a família e toca o restaurante que é um sucesso em toda a região, ao lado da mulher, filha, sobrinhas, primos. Produz tudo no local, à exceção do peixe, que vem de Boqueirão de Piranhas, e da bebida, é claro.
No cardápio, o melhor da comida regional: galinha caipira com pirão, rubacão, macaxeira, jerimum, cuscuz, bola coberta, peixe frito ou cozido, pirão de peixe, carne de sol, carne de porco, mungunzá, fava, espetinhos de petisco... Comida farta e com preço justo.

O espaço é um convite ao prazer e ao relaxamento. À sombra de um frondoso fícus, o visitante esquece o tempo e se deleita com o melhor da culinária sertaneja. A 750 metros de altitude, contempla as belíssimas paisagens do entorno sob a sombra de cajazeiras, cajueiros e mangueiras, além de árvores nativas. Cerca de quinze cidades são avistadas, além do majestoso Açude de Boqueirão de Piranhas.
Outros atrativos já estão sendo implantados por João Simão na Serra do Vital. Vários chalés serão construídos nas cercanias, com capacidade para acomodar até 8 pessoas cada um. O primeiro já está em pleno funcionamento. Trilhas para caminhadas também fazem parte dos planos de João Simão, que quer mostrar suas colméias aos interessados, já que também é apicultor. Ele também comercializa cajus e cria gado. É o turismo rural e ecológico tornando-se realidade no Sertão de Cajazeiras. O toque de modernidade fica por conta do abastecimento com água de qualidade e da energia elétrica. Em breve o ambiente será wi-fi, com acesso de internet aos visitantes.
 Nos meses de junho a agosto, a Serra do Vital registra temperaturas mínimas de 13º C na madrugada. Durante o dia, uma brisa agradabilíssima quase deixa você esquecer que está em pleno sertão nordestino. Mas Cajazeiras bela e quente está o tempo todo à sua frente lembrando disso.
O restaurante Nas Alturas funciona aos sábados e domingos, onde tem a sua maior freqüência. O acesso dá-se pela PB-400 até a altura do Km 19, onde pega-se uma estrada de terra com trechos de calçamento nas subidas mais íngremes.

Telefones para contato: (83) 9134-5617 e 9308-0688.

50 ANOS NPR ! Norte Publicidade Radiofonicas - a partir deste mês com sua programação na internet

Praça Camilo de Holanda, onde nasceu a NPR

A partir de hoje segunda-feira, 21 de março de 2011, o sistema de comunicação NPR, "Norte Publicidade Radiofônicas" a mais antiga rádio alternativa de Cajazeiras, com mais 50 anos de existência, inova e passará a transmitir sua programação através da internet. Para isso, o internauta que de qualquer lugar do planeta poderá ouvir a programção da NPR, para isso, é só acessar o site http://radionpr.listen2myradio.com/ .

Além do site, a NPR também dispõe de um blog, onde as pessoas poderão saber um pouco mais da história deste importante veículo de comunicação e ao mesmo tempo poderão ouvir a programação da rádio. O endereço do blog é http://radionpr.blogspot.com/ .



E para facilitar ainda mais o acesso, o Blog Cz Agora em parceria com a NPR, estará com um player e links, transmitindo toda a programação.
A programação diária da Norte Publicidades Radiofônicas, é de segunda à sábado, das 6:00 hs às 7:00 hs da manhã e das 18:00 às 21:00 hs.

O ouvinte também poderá interagir através do msn, deixando suas mensagens e pedindo músicas, o MSN é nprcz@hotmail.com. é só adicionar.

(Cópia Blog Cz Agora)

sexta-feira, 25 de março de 2011

Dr. Waldemar - O apóstolo da medicina! (Lúcia Rolim)




Dr. Waldemar - O apóstolo da medicina!

Falar sobre Dr. Waldemar... que tarefa!!! Que desafio!!!

Acha que estou exagerando? Não senhor.... É um desafio, sim! Não é fácil escolher um assunto no “universo Waldemar Pires Ferreira”. Principalmente para quem teve o prazer de conviver com ele desde o nascimento ( foi meu pediatra ) passando pela adolescência (foi meu psicólogo) e na vida adulta (foi meu psiquiatra, meu pai e, acima de tudo, meu amigo!).

Não quero falar do Dr.Waldemar que eu convivi na intimidade, do amigo e pai. Perdoem-me o egoísmo, mas, essa parte eu quero guardar para mim. Quero lembrar o apóstolo da medicina!

Nascido em uma família tradicional e abastada, recebeu a melhor educação que o dinheiro podia pagar. Sua biblioteca era riquíssima; a maioria dos livros (que ele relia periodicamente) era em inglês ou francês – línguas que ele dominava tal qual o português.

Poderia ter se tornado um “playboy”? Sim... era moda nos anos 50! E os atributos necessários não lhe faltavam: dinheiro e “boa-pinta”. Até a política andou flertando com ele... Foi candidato a vereador e teve mais votos que o candidato a prefeito! Mas nada o fascinava mais que a medicina. Tanto, que fez dela não sua profissão, mas um apostolado!

- O médico dos pobres! Diziam. Dr. Waldemar não foi só “o médico dos pobres”; foi o médico dos que padeciam – pobres ou ricos – não importava.

Quando vejo nos jornais e na televisão reportagens mostrando o caos na saúde, e gente sofrendo em macas nos corredores de hospitais lotados, não posso deixar de lembrar de Cajazeiras, algumas décadas atrás. A cidade não era nenhuma metrópole e não tínhamos nenhum sistema de saúde futurista ou exemplar. Mas quando alguém adoecia... o telefone (288) tocava na casa de Dr. Waldemar!

Quantas vezes eu mesma atendia às ligações ... Dr. Waldemar pegava a maletinha, entrava no fusquinha branco e ia atender ao “chamado”. Isso mesmo, ia consultar o doente em casa (ou onde ele estivesse). Dia e hora, não importava; se a pessoa que necessitava dos seus cuidados era pobre ou rica, muito menos! Mas, se o cidadão fosse pobre, depois da consulta, ele perguntava se podia comprar os remédios. Se a resposta fosse negativa, ele dava amostras grátis que sempre levava no fusca. Quando não tinha “amostra” que servisse para a doença do paciente, ele tirava o dinheiro do bolso e dava para que os remédios fossem comprados.

Procurava sempre se atualizar sobre os preços dos medicamentos nas farmácias. Quando ia receitar um remédio, dizia:

- Esse custa “tanto”; mas esse outro faz o mesmo efeito e custa menos – É gente, Dr. Waldemar foi o “idealizador” dos genéricos!

Certa vez, fui acometida de uma febre repentina, com dor nas costas que não conseguia respirar. Minha mãe, desesperada, chamou Dr. Waldemar, que rapidamente chegou. Depois de me examinar (sem radiografias, ecografias, e mais um montão de “...fias” que os médicos pedem) ele deu o diagnóstico: era grave. A doença não lembro, mas o nome dela era tão complexo, que achei que estava a meio caminho do cemitério. Minha mãe foi logo perguntando se deveria me levar para João Pessoa. Dr. Waldemar garantiu que não seria necessário. Trataria ali mesmo, só queria que todos saíssem do quarto para aplicar a medicação. E começou o tratamento: um comprimidinho azedinho e muita água. Algum tempo depois, outro comprimidinho azedinho e muita água; e isso se repetiu por cerca de quatro horas. Depois desse tempo, não tinha mais febre nem dor: estava curada! Então ele me fez prometer não dizer a ninguém o nome do remédio pois, segundo ele, iriam dizer que ele estava louco.

Louco não, Dr. Waldemar, como estudioso que era, o senhor sabia o que muitos nem imaginavam.... Quando, há dois anos, tive um princípio de infarto, durante o período que passei internada no Hospital do Coração em Brasília, a medicação que me foi aplicada foi o mesmo comprimidinho azedinho que o senhor me deu naquele dia: MELHORAL INFANTIL.

Lucia Rolim é jornalista cajazeirense radicada em Brasília.
(cópia do Blog Coisas de Cajazeiras - de Cristiano Moura)

Virou moda no Sertão: depois de Cajazeiras agora é Sousa que terá ¨Locadora de Mulher¨


O empreendimento está sendo organizado pelo ator Nildomar Santos, que pretende também lançar um filme.
Virou moda no Sertão: depois de Cajazeiras agora é Sousa que terá ¨Locadora de Mulher¨
O autor sousense, Nildomar Santos disse que está planejando abrir uma "Locadora de Mulher" na cidade. Ele afirmou na manhã desta sexta-feira (25), ao programa Cidade Notícia da Líder FM de Sousa, que o negócio pode dar certo porque tem muitos homens que têm verdadeiros "canhões" em casa e por isso preferem procurar outras mulheres.
“O que existe é muita hipocrisia, pois todos nós sabemos que aqui em Sousa existem muitas boates, prostíbulos e cabarés, então tudo isso existe em Sousa. O fato que está chamando atenção em Cajazeiras é porque as mulheres que estão vindo para a cidade são bonitas e vão chamar a atenção dos homens”. Disse.
Procurado pela reportagem do Diário do Sertão, Nildomar disse também, que vai apoiar a instalação da locadora em Sousa. “Vamos apoiar, pois é um trabalho interessante para solteiros e empresários, porque se as esposas não puderem acompanhar seus maridos aos eventos, então eles terão estas mulheres bacanas para acompanhá-los.” Completou.
Nildo Santos falou ainda que nos próximos dias estará lançando seu filme que terá o nome "Sexêxtase" e será gravado em cidades do Sertão da Paraíba.
DIÁRIO DO SERTÃO em Sousa

Na Assembléia: deputada propõe Voto de Repúdio contra ¨Locadora de Mulher¨ em CZ


De acordo com a deputada, o ¨negócio é inoportuno e voltado para a prostituição.
Na Assembléia: deputada propõe Voto de Repúdio contra ¨Locadora de Mulher¨ em CZ
Daniela Ribeiro repudia locadora de mulher
A deputada Daniella Ribeiro (líder do PP) apresentou requerimento de número 499/2011, na Assembleia Legislativa da Paraíba, propondo que a Casa de Epitácio Pessoa aprove Voto de Repúdio contra a inauguração de um Bar na cidade de Cajazeiras denominado “Locadora de Mulher”.
Segundo Daniella, “é um empreendimento inoportuno, voltado para a prostituição, pois justamente quando estamos observando a ascensão da mulher em todos os níveis sociais e econômicos que nos deparamos com este grave desrespeito inescrupuloso para com a mulher que é mãe, esposa, dona de casa, trabalhadora, ou seja, cidadã na mais sublime definição da palavra”.
De acordo com a parlamentar, “não se pode permitir que um negócio como este, se instale num município tradicionalmente voltado para a educação, já que foi em Cajazeiras que no ano de 1843 o Padre Rolim ergueu uma “Casa Escola” na fazenda dos seus pais, mais tarde denominada de colégio, que começou a atrair estudantes de vários municípios circunvizinhos e até de outras províncias, inclusive, em regime de internado, como o Padre Cícero, do Juazeiro do Norte, conhecido missionário. Outras personalidades estudaram e passaram a morar nas imediações do colégio, sendo esse o motivo pelo qual costuma-se dizer que Cajazeiras é a terra que ensinou a Paraíba a ler. Foram as moradias construídas perto do colégio que deram origem ao município de Cajazeiras, fundado pelo Padre Inácio de Souza Rolim em 22 de agosto de 1863.
Destacou que hoje, a cidade é um pólo regional no setor educacional contando com vários cursos de graduação oferecidos por diversas instituições de ensino superior, dentre elas merece destaque a Universidade Federal de Campina Grande que conta, entre outros, com um Curso de Medicina instalado na cidade no ano de 2007. Como pode Cajazeiras compactuar com iniciativas como esta, de pessoas mercenárias, se utilizando de formas ilícitas, que afrontam a moral e ética da população cajazeirense e adjacências”.
Finalizando conclamou que o povo se manifeste e que a Câmara Municipal de Cajazeiras através de seus representantes se mobilize contra a expedição do alvará de funcionamento pelo Poder Executivo Municipal, inclusive por ser um empreendimento com finalidade ilegal.

Confusão: Inauguração de 'Locadora de Mulher' pode ser barrada na cidade de CZ


Após a repercussão negativa e a revoltas da sociedade cajazeirense, a “Locadora de Mulher”, que será inaugurada nesta sexta-feira (25) pode ter seus dias contados ou pode até nem chegar a funcionar.
O vereador Moacir Menezes (DEM) garantiu que vai acionar o Ministério Público para que medidas urgentes sejam tomadas para deter as ações da empresária Carla Simone Braga, que anunciou esse novo empreendimento em Cajazeiras.
De acordo com o parlamentar, o estabelecimento é um estímulo à prostituição, além de a proprietária não tem alvará da Prefeitura para abrir seu negócio. “Isso é uma prática ilícita e não podemos aceitar que a Terra do Padre Rolim seja desrespeitada dessa forma”, disse o vereador.
Moacir informou ainda, que o Conselho Tutelar vai ser acionado para fiscalizar a participação de menores no estabelecimento.

Ex-mendigo constrói carro com martelo e talhadeira na Paraíba


Orismar de Souza, 35 anos, demorou quatro anos para concluir projeto.
Ele disse que ainda tem sonho de ter um carro de verdade.


Glauco AraújoDo G1, em São Paulo
O ex-mendigo Orismar de Souza, 35 anos, morador de São José de Piranhas (PB), sempre teve o sonho de dirigir um carro. A paixão automobilística surgiu aos 9 anos, quando começou a construir carrinhos com lata de óleo, no sítio onde trabalhavam os pais, produtores rurais em Cajazeiras (PB). Aos 17 anos, ele viu um deficiente físico dirigindo um carro adaptado e teve o seguinte lampejo: "vou construir meu próprio carro". O sonho se tornou realidade em dezembro de 2010, quando ele concluiu o seu atual meio de transporte, o 'camarão móvel'.
Usando apenas uma talhadeira e um martelo, que foram presentes de um vizinho, Souza disse que começou a cortar as primeiras chapas de aço. "Virei piada. Lembro de quando vi um homem montando um portão em uma casa e perguntei onde ele comprava as chapas de aço. Ele riu da minha cara e disse que eu estava louco quando falei que queria construir um carro."
Orismar de Souza disse que passou fome para juntar dinheiro e comprar chapas de aço (Foto: Divulgação/Wagner Batista da Silva/Arquivo Pessoal)Orismar de Souza disse que passou fome para juntar dinheiro e comprar chapas de aço (Foto: Divulgação/Wagner Batista da Silva/Arquivo Pessoal)
Souza contou ao G1 que chegou a passar fome para guardar dinheiro e conseguir comprar o material para a lataria do 'camarão móvel'. "Deixava de comer para juntar todo o dinheiro necessário. Em quatro meses eu juntei R$ 450 e fui até a cidade comprar as chapas. Ninguém acreditava, todo mundo ria de mim. Fui muito humilhado por isso, mas eu venci e construí meu carro, sozinho, com minhas próprias mãos."
Ele disse que a inexperiência em lidar com o aço quase o fez desistir do sonho. "Comecei a cortar o aço com a talhadeira e o aço foi ficando mole, não sabia mexer com isso e me assustei. Depois, quando fui dobrando as peças, ele voltou a ficar rígido. Foi Deus que me ajudou e consegui dar forma ao carro."
A única habilidade que Souza disse ter era lidar com a terra, quando ajudava os pais na roça. "Comecei a fazer miniaturas com o metal das latas de óleo que minha mãe usava em casa. Trocava os carrinhos por galinha, ovo, comida e roupa. Era o jeito que eu conseguia ajudar meus pais. Eu fazia carro de polícia, trator e até picape. Quando meus pais viram aquilo, até compraram uma latinha de tinta para eu pintá-los."
Orismar usou peças de vários carros para concluir seu projeto automobilístico (Foto: Divulgação/Wagner Batista da Silva/Arquivo Pessoal)Orismar usou peças de vários carros para concluir seu projeto automobilístico (Foto: Divulgação/Wagner Batista da Silva/Arquivo Pessoal)
Para construir o 'camarão móvel', Souza disse que pedia muitas peças nas oficinas da região e também pegava tudo que era descartado no lixo. "Peguei um motor de motocicleta, de 125 cc, para mover o carro. Antes, a ligação era feita com pedal, igual ao de moto, na parte traseira. Agora, em dezembro, consegui fazer a ignição com chave e também coloquei câmbio com ré."
Souza disse que o 'camarão móvel' chega até 80 km/h na rodovia de asfalto. "Na cidade e no barro eu ando devagar, não passo dos 40km/h. Cabe duas pessoas, mas não tenho namorada. Quando ando na rua é aquela festa, porque muita gente me admira e acaba tirando foto."
Apesar de ter conseguido construir seu próprio carro, o ex-mendigo, que faz bicos de faxineiro e cortador de cana, disse que espera um dia arrumar uma garagem fixa para seu 'camarão móvel'. "Na verdade, na verdade, ainda sonho em ter um carro direitinho, com placa, documento e tudo, além de um lugar para guardá-lo com segurança."
Carro foi construído durante quatro anos em São José de Piranhas (PB) e roda com motor de motocicleta 125 cc (Foto: Divulgação/Wagner Batista da Silva/Arquivo Pessoal)Carro foi construído durante quatro anos em São José de Piranhas (PB) e roda com motor de motocicleta 125 cc (Foto: Divulgação/Wagner Batista da Silva/Arquivo Pessoal)

quinta-feira, 24 de março de 2011

Churrasco na casa do Sr. Assis Mangueira

Sr. Assis com o filho Waldy e nora Corrinha
Na minha temporada de carnaval em Cajazeiras, tive “n” alegrias. Mas muitas mesmo!
O churrasco comandado pelo  irmão do Sr. Assis,  Valderi, que mora em São Luís e veio também curtir o carnaval da terra do Padre Rolim
Uma das que mais gosto é rever e curtir os amigos de longas datas. Hoje particularmente quero registrar o convite que recebi dos Mangueiras, capitaneados pelo Sr. Assis Mangueira. Fui um churrasco só para familiares. Um dos poucos fora da família era eu. Fui com o meio irmão do Sr. Assis, meu primo Antonio Mangueira, aliás, com quem fui para Cajazeiras e foi nosso hospede na casa de papai durante o interregno momesco.
Stéfani curtindo o Bloco das Virgens na Praça João Pessoa
Mangueira veio acompanhado do filho Stefáni que ficou encantado com o carnaval cajazeirense e curtiu até dizer já chega.






Logo que cheguei na casa do Sr. Assis fui recebido efusivamente pelo casa Corrinha/Waldy que se declararão fã incondicional deste blog e que diariamente marca ponto neste espaço.